1. ROCK PRÓ CULTURA

rock pro cultura

DATA: JANEIRO À DEZEMBRO (PRIMEIRO SÁBADO DE CADA MÊS)

LOCAL: TENDA CULTURAL PRAÇA LUIZ PEREIRA LIMA

CLASSIFICAÇÃO: CULTURAL

REALIZAÇÃO: Rock Pró Cultura

SINOPSE DO EVENTO: O evento ROCK PRÓ CULTURA foi criado em meados de 2012. Sua 1ª temporada teve início em julho daquele ano até junho de 2013. A 2ª, em agosto de 2013, indo até julho de 2014; a 3ª, de setembro de 2014 a setembro de 2015; 4ª, de janeiro de 2016 a dezembro de 2016; e a 5ª teve inicio em fevereiro de 2017 e se encerrará em janeiro de 2018, sendo todas as apresentações musicais inteiramente gratuitas. O projeto revolucionou o modo de encarar a Música, com um maior contato e interação entre músicos e público. O ROCK PRÓ CULTURA agrega uma programação em meio aos finais de semana na cidade. Com o apoio da Prefeitura de Arapiraca, a 1ª temporada foi um sucesso, oferecendo ao público que gosta de Rock n’ Roll, bandas da terra e de outros estados como Bahia, Sergipe, São Paulo, Pernambuco e Paraíba, entre outros. O festival já passou por três locais diferentes até chegar ao que hoje se encontra. Atualmente, ele ocorre sempre no primeiro domingo de cada mês, na tenda cultural da Praça Luiz Pereira Lima, no bairro do Centro, e nenhum indício de violência foi constatado desde o início do projeto. O ROCK PRÓ CULTURA é frequentado por pessoas de diversas idades, mostrando que a Música vai além de qualquer estereótipo a desmistificar o rótulo de marginalização que a sociedade criou em relação a essa cultura. Todos os meses são organizadas caravanas de cidades vizinhas para assistir ao evento. Este fato transformou o município, decerto, em polo do estilo, dando oportunidade para as bandas tocarem em bares e restaurantes de Arapiraca, após a 1ª edição do evento. Ele ganhou notoriedade em um público médio de 1 mil pessoas por evento todos os meses, movimentando a Economia e o Turismo.

2.SEMANA DA CONSCIÊNCIA INDÍGENA EM ALAGOAS

SEMANA DA CONSCIÊNCIA INDÍGENA EM ALAGOAS

 DATA: MÊS DE ABRIL;

LOCAL: CASA DA CULTURA;

CLASSIFICAÇÃO: CULTURAL;

REALIZAÇÃO: SECRETARIA DE CULTURA, LAZER E JUVENTUDE EM PARCERIA COM A UNEAL E OS POVOS INDÍGENAS;

SINOPSE DO EVENTO: Em pleno século XXI a grande maioria dos brasileiros ignora a imensa diversidade de povos indígenas que vivem no país. Estima-se que, na época da chegada dos europeus, fossem mais de 1000 povos, somando entre 2 e 4 milhões de pessoas atualmente encontramos no território brasileiro 246 povos, falantes de mais de 150 línguas diferentes. Os povos indígenas somam, segundo censo do IBGE 2010, 896,917. Destes 324,834 vivem em cidades e 572,083 em áreas rurais, o que corresponde aproximadamente a 0,47% da população total do país. A maior parte dessa população distribui-se por milhares de aldeias, situadas no interior de 699 Terras Indígenas, de norte a sul do território nacional. Sendo, no estado de Alagoas 14,509 pessoas indígenas.

Combate ao preconceito e reconhecimento de nossas raízes étnicas e culturais. Essa é a proposta da Semana da Consciência Indígena. Organizada pela Secretaria de Cultura, Lazer e Juventude, em parceria com a Universidade Estadual de Alagoas e os povos indígenas Karapotó e Kariri-Xocó, a Semana da Consciência Indígena vem com uma programação recheada de eventos como palestras, sessões de filmes, apresentações culturais e até feiras de artesanato. Tudo para celebrar o Dia do Índio, comemorado no dia 19 de abril.

A semana inicia com a Instalação: “A presença indígena em Alagoas”, no auditório da Casa da Cultura. Haverá exibição de filmes indígenas.

  3. CORRIDA AZUL 

73b1d4bb-5060-43e2-9750-99ef9ff83f37

DATA: 14 DE ABRIL

LOCAL: BOSQUE DAS ARAPIRACAS 

CLASSIFICAÇÃO: ESPORTIVO

REALIZAÇÃO: ASSOCIAÇÃO PESTALOZZI DE ARAPIRACA / ASSESSORIA: CONTIME 

SINOPSE DO EVENTO: A 3a Corrida Azul tem como referência o Dia Mundial de Conscientização do Autismo (02/04). O objetivo deste evento é divulgar o trabalho realizado pela instituição em relação ao Autismo e contribuir para o diagnóstico precoce, causas e tratamentos direcionados ao TEA. As edições anteriores da Corrida Azul mobilizaram centenas de pessoas a favor desta causa, com sensibilização e inclusão social da pessoa com deficiência na sociedade. 

Este ano a proposta é receber 500 participantes, envolvendo usuários, familiares, amigos e a sociedade civil.

 

 4. CULTURA NA PRAÇACultura na praça

DATA: FEVEREIRO À DEZEMBRO (TODA SEGUNDA)

LOCAL: TENDA CULTURAL PRAÇA LUIZ PEREIRA LIMA

CLASSIFICAÇÃO: CULTURAL

REALIZAÇÃO: ASSOCIAÇÃO CULTURAL DAS TRADIÇÕES NORDESTINAS DE ARAPIRACA (ACTNA).

SINOPSE DO EVENTO: A Associação Cultural das Tradições Nordestinas de Arapiraca (ACTNA) pretende fortalecer as tradições e a cultura nordestina através da realização de encontros com artistas regionais, realização de eventos, oficinas e cursos, a fim de promover a arte do nordeste manifestada através dos grupos de forró pé de serra, violeiros, poetas, folguedos, emboladores, escritores de literatura de cordel, entre tantos outros que compõe esse rico universo de artistas populares.

O projeto Cultura na Praça acontece a mais de 5 anos no palco da Tenda Cultural da Praça Luiz Pereira Lima, conhecida como Praça da Prefeitura, todas as segundas, dia da feira livre de Arapiraca. Reúne artistas Alagoanos dos mais variados gêneros: repentistas, forrozeiros, emboladores, poetas, grupos de folguedos, entre outros.

Acordar cedo para trabalhar faz parte da rotina do povo do nordeste, com o projeto Cultura na Praça não é diferente, logo cedo começa os preparativos. No palco é montada a estrutura de som, os artistas se preparam, afinam seus instrumentos, e às 8h começa a programação, dividida em duas etapas: na primeira, se apresentam os emboladores, violeiros, poetas e folguedos, na segunda etapa é a vez do forro pé de serra, das 0h às 13h o forró anima o público, que responde dançando e cantando. Ao lado do palco tem a Banca dos Artistas, espaço onde os artistas expõem seus produtos à venda; são CD`s, DVD`s, camisas, artesanato, entre outros, contribuindo com o escoamento do produto artístico local. O projeto Cultura na Praça será composto por 10 eventos, sempre às segundas-feiras.